sábado, 8 de fevereiro de 2014

Drenagem linfática e seus benefícios !!

     O sistema linfático contribui para a drenagem do organismo. Em caso de disfunção e formação de edema, a drenagem linfática manual faz parte das técnicas utilizadas para favorecer a circulação “e retorno”. Assim sua estrutura, sua fisiologia, sua anatomia, a localização dos gânglios e dos coletores e sua fisiopatologia, isto é, a formação do edema. 
         A prática da drenagem linfática manual: as modalidades de execução das manobras de drenagem, sejam de captação ou de evacuação, as manobras específicas e as aplicações nas diferentes partes do corpo, tem como objetivo dar equilíbrio aos mecanismos biológicos, potencializando as reações do organismo, utilizando manobras com bombeio,pressão constante e ritmadas através das mãos  atuando nas formas preventiva, estética e terapêutica.

  1.  Preventiva: estimula o sistema de defesa e as trocas metabólicas;
  2. Estética: retira os líquidos excedentes e as manobras atuam na estimulação das trocas entre células e capilares;
  3. Terapêutica: provoca mudanças favoráveis com todos os estados de doenças que impliquem em edema.                                                                                                                   

                                                                               
        O sistema linfático é uma rede complexa de órgãos linfóides, linfonodos, ductos linfáticos, tecidos linfáticos, capilares linfáticos e vasos linfáticos que produzem e transportam o fluido linfático (linfa) dos tecidos para o sistema circulatório, ou seja, é constituído por uma vasta rede de vasos semelhantes às veias (vasos linfáticos), que se distribuem por todo o corpo e recolhem o líquido tissular que não retornou aos capilares sangüíneos, filtrando-o e reconduzindo-o à circulação sangüínea. O sistema linfático também é um importante componente do sistema imunológico, pois colabora com glóbulos brancos para proteção contra bactérias e vírus invasores. 



Possui três funções interrelacionadas:
  •        Remoção dos fluidos em excesso dos tecidos corporais;
  •        Absorção dos ácidos graxos e transporte subsequente da gordura para o sistema circulatório;


  •        Produção de células imunes (como linfócitos, monócitos e células produtoras de anticorpos conhecidas como plasmócitos).

Os vasos linfáticos têm a função de drenar o excesso de líquido que sai do sangue e banha as células. Esse excesso de líquido, que circula nos vasos linfáticos e é devolvido ao sangue, chama-se linfa.
A linfa é um líquido transparente, esbranquiçado (algumas vezes amarelado ou rosado), alcalino e de sabor salgado, que circula pelos vasos linfáticos. Cerca de 2/3 de toda a linfa derivam do fígado e do intestino. Sua composição é semelhante à do sangue, mas não possui hemácias, apesar de conter glóbulos brancos dos quais 99% são linfócitos. No sangue os linfócitos representam cerca de 50% do total de glóbulos brancos. A linfa é transportada pelos vasos linfáticos em sentido unidirecional e filtrada nos linfonodos (também conhecidos como nódulos linfáticos ou gânglios linfáticos). Após a filtragem, é lançada no sangue, desembocando nas grandes veias torácicas. 



  

       E a partir disso para realizar as manobras de drenagem linfática manual  o fisioterapeuta  tem que conhecer todo esse trajeto para poder realizar as manobras com segurança sem ocasionar danos ao paciente. Sendo que este sistema é muito superficial , os toques são leves e superficiais, sempre realizados debaixo para cima.














     O sentido da drenagem deve  ser obedecido,a direção e o sentido da pressão deve acompanhar o fluxo da circulação venosa e linfática, lembrando que o sistema linfático é um sistema de "mão única" como mostram as figuras a cima.

Os efeitos da DLM ( Drenagem linfática manual) :

  • aumenta capacidade de admissão dos capilares linfáticos;
  • aumento da velocidade da linfa transportada;
  • aumento da desintoxicação ;
  • maior nutrição  dos tecidos 
         entre outros.  
Indicações:
  • tecido edemaciado;
  • menopausa;
  • gordura localizada;
  • lipodistrofia ginóide ( celulite)
  • linfedema;
  • hematomas;
  • gestação; 
  • rejuvenescimento;
  • pré e pós cirurgico
       entre outros. 

Contra indicação:

  • febre;
  • resfriados;
  • asma;
  • hipertireoidismo;
  • hipertensão não controlada;
  • trombose;
  • gestação de alto risco;
  • diabetes não controlado
      entre outros. 


Devido a todas essas prioridades e cuidados que devemos ter ao realizar uma DRENAGEM LINFÁTICA, por favor procurem sempre um  profissional capacitado ao realizar esse tipo de massagem.
  Assim você terá somente benefícios sem nenhum dano á sua saúde !!

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário